Como tutor de pet, é seu dever zelar pela saúde e bem-estar do seu melhor amigo. Por isso, além de comprar ração de qualidade, você precisa ficar de olho na quantidade de ração que o cão come diariamente.

Isso porque, se cachorros comerem mais ou menos do que o indicado, poderão desenvolver problemas nutricionais, que a médio e longo prazo podem ocasionar doenças.

Você não quer isso para o seu cãozinho, não é mesmo? Por isso, se você quer entender qual quantidade de alimentos dar ao seu cachorro, continue com a leitura!

Mas afinal, quanto dar de alimento para cachorros?

A resposta é: DEPENDE! Para chegar a essa resposta é essencial compreender que a quantidade ideal de ração depende muito das características fisiológicas (animais mais ativos, sedentários, castrados, etc) e fase de vida do seu cão (filhotes, adultos, fêmeas em gestação ou lactação, sênior), como também o perfil nutricional e teores de nutrientes presentes nos alimentos que você oferece a ele.

Uma dieta balanceada e rica em nutrientes ajuda a garantir a boa saúde e a longevidade do seu pet. Por isso, é importante se ater a alimentos de qualidade para seus animais.

Em questão da quantidade, é essencial procurar orientação de um veterinário ou consultar a tabela nutricional que vem descrita na embalagem da ração. Lá é possível encontrar informações sobre a quantidade de alimento que você deve oferecer de acordo com o peso do seu animal e concentração calórica daquele alimento. 

Mas atenção! A quantidade descrita no rótulo é específica para cada produto. Portanto, se você trocar de ração, não adianta dar a mesma quantidade da ração anterior. Procure a quantidade do novo produto no rótulo dele ou procure ajuda profissional! 

Sendo assim, não há exatamente uma quantidade ideal. A orientação mais correta que podemos te contar, é sempre estar atento à quantidade na tabela nutricional da marca. 

Dúvidas comuns sobre a quantidade de ração

Ainda sobre a quantidade de ração que deve ser oferecida aos cães, há outras dúvidas comuns aos tutores. Confira, a seguir, algumas respostas a esses questionamentos!

A qualidade da ração oferecida influencia na quantidade dada ao pet?

Sim. Quanto mais nutritivo for o alimento, menor será a quantidade necessária para satisfazer e nutrir o animal. Isso porque, um dos aspectos que fazem os cães terem vontade de comer a ração em maior ou menor quantidade é a digestibilidade do alimento que é a capacidade dele ser absorvido e aproveitado pelo organismo do animal.

Rações de baixa qualidade também costumam ter menor digestibilidade de seus nutrientes, ou seja, os cães acabam tendo que comer mais para se sentirem saciados e nutridos.

O ideal é sempre escolher rações de boas marcas que sejam confiáveis, como os nossos produtos para que o cão possa comer a quantidade ideal para o seu porte e fase de vida.

Posso dar petiscos para o meu pet? Como isso influencia na quantidade de ração?

Você pode sim dar petiscos para o seu pet, mas em quantidade moderada e jamais como forma de substituir a ração.

O petisco funciona como um agrado e não como uma forma de alimentação em si. Se formos comparar com a rotina humana, os biscoitinhos para pets são como aquele chocolate que a gente come eventualmente, apenas para sentir o prazer de comer algo gostoso. Porém, assim como o chocolatinho, se consumido em grande quantidade pode causar ganho de peso e problemas nutricionais. Por isso a quantidade, assim como a ração, deve ser controlada.

Agora que leu este post, você já sabe como determinar a quantidade de ração para o seu pet, não é mesmo? Em caso de dúvidas, converse com um veterinário de sua confiança.

Continue aprendendo sobre saúde animal e leia agora o nosso artigo que apresenta 5 fatores essenciais para apostar em uma alimentação com vitaminas para os pets.