Toda empresa precisa ter uma gestão de qualidade para crescer nos negócios, aumentar os seus lucros e ter autoridade como marca no comércio. A gestão de pet shop tem uma importância exatamente como de outras empresas.

Os pet shops têm diversas áreas de atuação dentro de um mesmo modelo de negócio, já que além de vender produtos para os  pets, também oferecem serviços de estética e de saúde dos animaizinhos.

Sabemos que a gestão de pet shop por ter essa particularidade a mais dos outros modelos de negócio, muitos empresários e empreendedores têm dificuldade em manter o setor administrativo organizado.

Para ajudá-los nessa missão, foi que criamos este artigo. Continue lendo!

6 dicas para otimizar a gestão do seu pet shop

Além de ter uma gestão funcional de qualidade por uma questão básica de organização no seu pet shop, é imprescindível a melhoria e atualização dos procedimentos organizacionais sempre que possível.

Use essas dicas como check-list e coloque em prática para gerar crescimento e conseguir alcançar suas metas e objetivos traçados.

1. Padronize os procedimentos

A padronização de procedimentos operacionais é uma maneira de manter a qualidade do atendimento e da gestão do seu pet shop.

Para começar a criação desta padronização, mapeie os processos operacionais do cotidiano e desenvolva planos de ações que possam otimizar esses processos em cada uma das áreas dentro da empresa.

Esse procedimento irá ajudar a manter a qualidade e o alto padrão em todas as atividades e dentro do pet shop, desde as vendas até os serviços prestados de estética e atendimento médico veterinário aos tutores dos bichinhos. 

A Padronização Organizacional de Procedimentos (POP), deverá ser documentado e se tornar de estudo obrigatório aos colaboradores Além disso, é importante que o mesmo seja deixado em local de fácil acesso para consulta em caso de dúvidas dos funcionários.

2. Priorize a boa higiene do seu PetShop

Além dos procedimentos diários de limpeza do local, fique atento às dedetizações em tempos indicados pela vigilância sanitária.

Os critérios e técnicas de higienização dos ambientes e equipamentos deverão ser criteriosamente obedecidos para proporcionar um ambiente aconchegante aos clientes e livre de bactérias, pulgas, carrapatos entre outros microrganismos prejudiciais à saúde dos pets.

3. Um bom gestor sempre está atento ao fluxo de caixa

A gestão de petshop deve estar atenta ao fluxo de caixa e separar o que é venda de serviço, como banho, tosa e consulta veterinária, do que é vendas de produtos.

É necessário controle minucioso do fluxo de caixa com todas as informações de receitas e despesas fixas e variáveis, entradas e saídas, de compras e vendas.

Com base nessas informações mês a mês, é possível criar um plano de negócio viável e metas alcançáveis, optar pela contratação ou não de mais funcionários, descobrir gastos que possam ser desnecessários e identificar qual área dentro do pet shop é a principal fonte de renda do seu negócio.

4. Invista em atendimento de qualidade

Desde os primórdios dos tempos, que os consumidores sempre dão preferência a frequentar locais em que são bem atendidos. E hoje em dia, isso não mudou, ou, os níveis de exigência dos consumidores por locais com atendimento diferenciado, aumentou consideravelmente.

Por isso, os gestores de petshop devem proporcionar cursos de “atendimento de qualidade ao cliente” à sua equipe. Uma dica são os cursos oferecidos pelo SEBRAE.

Pudemos perceber em pesquisas recentes que o mercado de pet shop aumentou muito, chegando a faturar mais de 51 bilhões no ano de 2021.

Então, chegamos a conclusão de que os tutores muitas vezes são até mais exigentes com a equipe que cuida do seu pet, do que consigo mesmo.

5. Crie estratégia de marketing

Todo empreendimento para crescer precisa ser visto, e o que faz isso acontecer, são as estratégias de marketing, por isso, é interessante que a empresa contrate um bom gestor de mídias sociais para alcançar os resultados desejados.

Se o seu pet shop está no início e o capital de giro da empresa está baixo, indicamos que o gestor mesmo aprenda o básico sobre como fazer anúncios em redes sociais, que é o meio que mais dá retorno no marketing nos dias atuais.

A estratégia precisa ser bem definida nos anúncios pagos no Google Ads, redes sociais como Facebook Ads e Instagram Ads e nas parcerias de divulgação, para que o investimento financeiro traga retorno e ao invés de prejuízo.

6. Ofereça produtos que estejam de acordo com a vigilância sanitária

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária  – Anvisa é órgão que regulamenta e fiscaliza os ambientes, medicamentos, e demais produtos. Trabalhar com produtos que apenas sejam regulamentados, garantem ao seu pet shop, produtos e serviços de qualidade, e em conformidade com a lei.

Portanto na gestão do pet shop é imprescindível que este quesito seja um ponto chave para o crescimento da empresa.

E por fim, pudemos perceber que inovar na gestão do pet shop pode ser algo simples e sem precisar de grandiosidades para ser funcional.

Baixe o nosso mapa de sucesso para a gestão de pet shop e faça o seu negócio crescer!