Montar um bom planejamento de compras é importante para que os pet shops possam atender os clientes e realizar demais operações de forma estratégica.

Somente com um planejamento de compras bem definido é que você poderá garantir que o seu negócio tenha sempre disponível os produtos preferidos dos seus clientes, por exemplo. 

Além disso, a prática também evita que você compre muitas unidades de um produto que vende pouco e acabe tendo prejuízo por conta dos prazos de validade expirarem antes deles serem comercializados.

Mas afinal, como realizar um bom planejamento de compras e ter bons resultados para o seu negócio? Responderemos a essa pergunta, logo na sequência. Acompanhe!

Passo a passo: veja como fazer um planejamento de compras para pet shops

O planejamento de compras pode ser definido como uma ação que visa prever as necessidades de uma organização, no que se refere a suprimentos.

A seguir, apresentaremos um passo a passo que mostra como fazer isso em um pet shop. De tal maneira, você poderá colocar tudo em prática e conquistar mais resultados positivos em sua loja. Vamos lá?

1º passo: defina a frequência das compras

O primeiro passo que deve ser dado para fazer um bom planejamento é definir a frequência com que as compras serão feitas.

Isso é importante para que você tenha ciência sobre o giro de estoque ideal no seu pet shop. Ou seja, quantos dias de vendas os itens estocados devem suprir.

Vamos supor, por exemplo, que você faça as compras do pet shop a cada dois meses. Nesse caso, os produtos adquiridos devem suprir, no mínimo, 60 dias da demanda dos clientes.

2º passo: tenha um controle de histórico de vendas

É bem importante que você utilize um software de gestão ou outra ferramenta de controle para verificar o seu histórico de vendas.

Com base no histórico de vendas, você consegue conhecer melhor o perfil de compras do seu consumidor. Assim, pode programar as compras de acordo com os gostos dos clientes do seu pet shop.

Vamos supor que você vende por mês uma quantidade X de pacotes de ração Seven Dogs High Premium. Nesse caso, pode usar essa estimativa para não deixar o produto faltar e fazer com que o cliente fique na mão.

Lembre-se que, caso não encontre o que necessita no seu pet shop, o cliente poderá procurar a concorrência. Logo, o planejamento de compras também se relaciona com a fidelização de shoppers.

3º passo: faça uma previsão de vendas para cada período

Com base no seu histórico de vendas e também no calendário sazonal do ano, você poderá fazer uma previsão de vendas para cada período. Assim, poderá planejar bem as compras em todas as épocas.

Vamos supor que você tem um pet shop que fica localizado em uma cidade litorânea, que recebe muitos turistas na época das férias. Como as pessoas tendem a levar os seus cães e gatos nesses passeios, pode ser que a sua demanda de vendas cresça muito nesse período.

Questões como essas devem ser consideradas, ao  fazer o planejamento de compras. Assim, você pode se preparar para sempre atender os clientes, sem deixar que falte itens importantes no seu estoque.

4º passo: analise os estoques existentes

Sempre que for fazer comprar para o seu pet shop, é importante que você analise o que já possui armazenado. Assim, poderá ter mais exatidão sobre as quantidades de cada item que devem ser comprados.

Se você já tem muitas unidades de uma determinada ração estocadas, por exemplo, talvez não seja necessário comprar mais. Afinal, se não há previsão para um aumento considerável nas vendas, se corre o risco dos produtos terem o prazo de validade expirado.

5º passo: classifique os produtos do pet shop por categorias

Uma boa prática para realizar o planejamento de compras com maior eficiência é o planejamento por categorias.

Você pode categorizar os itens em produtos alimentícios, medicamentos veterinários, brinquedos e acessórios etc.

Dessa forma, você saberá o quanto deve ser gasto em cada categoria, não comprometendo todos o seu orçamento em setor que traz pouco lucro, por exemplo.

6º passo: defina o preço médio por mercadoria vendida

O preço médio por mercadoria vendida é de extrema importância para as lojas do comércio varejista, o que inclui os pet shops. Ele indica o perfil de seus clientes e também os tipos de produtos que você deve adquirir.

Vamos supor que o preço médio de um pacote com 10kg de uma ração premium seja de R$ 130,00. Nesse caso, as marcas que forem muito mais caras ou baratas do que isso poderão ter pouca saída.

Logo, vale a pena apostar mais na compra de produtos que trabalhem com essa média de mercado, para que você possa ter lucro.

7º passo: determine a política de precificação

Por falar em lucro, é importante que você faça um cálculo do que será comprado com base na política de precificação.

Em alguns casos, os fornecedores oferecem preços mais atrativos para quem comprar mais unidades dos produtos. Conhecendo a sua precificação, será possível analisar as ofertas que mais trazem lucros para o seu negócio.

Esse passo a passo é essencial para fazer um planejamento de compras eficiente para o seu pet shop. Esperamos que ele tenha sido útil para que você possa explorar mais o potencial do negócio e aumentar a lucratividade.

A Panelaço Pet oferece uma ampla linha de rações de excelente qualidade para revenda no seu pet shop. Acesse o nosso site e confira!